top of page

AGU pede anulação de lei do Amazonas que proíbe crianças nas paradas LGBT+




Foto: Renato Menezes/Ascom AGU


Manaus/AM - A Advocacia Geral da União (AGU) pediu a anulação da lei que proíbe crianças e adolescentes de participarem das paradas do orgulho LGBT+ no estado do Amazonas. O pedido foi feito nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF).


A lei (n. 6.469/2023) proíbe a participação de crianças e adolescentes nas paradas do orgulho LGBT+, podendo participar apenas aqueles autorizados pela Justiça. Em caso de descumprimento, a multa aplicada seria de R$ 10 mil aos realizadores do evento, patrocinadores e aos pais/responsáveis pela criança presente.


O pedido de anulação veio pois, de acordo com o advogado geral da União substituto, Flávio José Roman, a norma invade a competência legislativa da União para editar normais gerais sobre a proteção à infância e à juventude e que na verdade quem deve propor leis a respeito desse tema deve ser o Congresso Nacional. Leia na íntegra!


Fonte: Carreira do Advogado


Repost Por Dr. Thiago Vital Barroso



Essa notícia tem a finalidade de difundir informação. Não tem por objetivo facilitar ou coordenar atividades que possam causar danos a outras pessoas. O link dos dados da matéria na íntegra podem ser consultados conforme sua produção e de seus autores, com acesso livre nos endereços informados na notícia. Não oferta-se continuidade do pós-notícia e nem réplica, procure os seus devidos canais de comunicação através de Fale Conosco dos respectivos órgãos citados.

6 visualizações

Comments


bottom of page